sábado, 21 de maio de 2011

Um Brinde ao Mundo Real

O tempo passa e você percebe que as coisas não são tão perfeitas assim. É aí que você se vê obrigado a furar a bolha em que vive e sentir o ar de verdade penetrar pelos teus pulmões.

É, não é tão fácil assim, mas quem que disse que iria ser fácil? A vida é como o mar, traz belas ondas, mas vira e mexe um tsunami aparece e destrói com tudo. Mas sabe, sempre existe o outro dia, onde tudo esta devastado, mas ação por ação, tudo melhora e volta a se encaixar.

Um mundo paralelo é belo, mas, ao mesmo tempo, é falho.

Um brinde ao mundo real.

05/05/11

5 comentários:

  1. Tudo volta ao normal, ou a gente que sai do terrítório devastado prum normal?

    ResponderExcluir
  2. é como eu to me sentindo agora... nem td encaixa tão bem qto imaginava... mt bom o texto Rafa!

    ResponderExcluir