terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O Caminhar do Cachorro

O cachorro vaga por todas essas ruas frias e sujas a procura de um olhar.

Ele caminha e observa diversas pessoas, pessoas de todas as tribos e espécies. Algumas delas estavam fumando e bebendo, outras estavam com seus olhos brilhando juntamente a seus pares, mas ninguém o notava, o cachorro nunca era notado.

O cachorro aproxima-se de todas essas pessoas exibindo seu olhar triste, caído, vazio, carente de vida, mas nenhum desses humanos o direcionava um olhar, nem o mais efêmero olhar. Mas o cachorro não desistia, ele persistia em aproximar-se cada vez mais dos seres tão maiores e falantes que ali estavam. Contudo o cachorro não obtia êxito, o máximo de atenção que ele recebia era um chute em seu corpo ou alguma agressão verbal, as quais já eram a sua sina.

O cachorro desiste dos humanos e inicia a sua caminhada solitária por uma viela escura, onde não há pessoas, onde o brilho que mais ofuscava era o de seu próprio olhar. O cachorro caminha, caminha sem parar.

Não há vida, não há amor. O cachorro não possui dono, o cachorro carece de um olhar, de um olhar de compreensão.

05/10/10

6 comentários:

  1. Nossa que foda, me fez lembrar de uma cena que vi hoje, um cachorro perto do meu trampo, apesar de todos o maltratarem lá estava ele, firme, forte e contente, por mais que tentassem expulsa-lo do lugar, mas aquele lugar se tornava dele.
    "Não há vida, não há amor. O cachorro não possui dono, o cachorro carece de um olhar, de um olhar de compreensão."
    Vai ver o cachorro só precisa de novos lugares, novas pessoas, questão de tempo pra isso, porque se realmente o cachorro quiser ele arruma um dono um lar e tudo que precisa.

    ResponderExcluir
  2. parabens pelo blog rafa :)

    ResponderExcluir
  3. Me fez lembrar dos cachorros de rua. :(

    ResponderExcluir
  4. meu cachorro ele pula o muro e não consegue voltar =/ pobre peter hsauhsuahsauh

    ResponderExcluir
  5. Mais uma vez: Parabéns pelo blog!
    Muitas vezes somos nós os cachorros de rua! Vazios, dentro de uma multidão.
    Muito bom!

    ResponderExcluir
  6. Gostei do seu blog e estou te seguindo, depois dá uma passada no meu: wglacerda.blogspot.com

    ResponderExcluir